A menina do olhar duro

Foto by Pinterest

 Lá estava ela, a menina do olhar firme e sonhos roubados… a menina do olhar duro que guardou só para si seu olhar inocente. Lá estava ela a pensar… naquela casa simples, o quarto não era só dela, sua cama ficava debaixo de uma janela de vidro… Não tinha porta e nem parede para separá-lo da cozinha… O lugar era pequeno demais para sonhar. 

Lá estava ela a menina a desejar… um pão quentinho com manteiga ou um bolo de fubá bem gostoso. Nem um dos dois era possível. Ela sabia… os dias eram difíceis, talvez aquela noite não fosse ter janta de novo, o jeito mesmo era encher a barriga de água… “Bem que amanhã… bem que amanhã, podia ter pão ou bolo…”, ela pensava de novo.

Aqui estou, sentada em meu sofá e a pensar naquela menina. Eu a vejo muitas vezes em meu olhar. Agora, nesse exato momento me vejo na porta da cozinha e a pego olhando pela mesma janela de vidro que dava para a rua da sua casa sem muro. Eu sei o que ela está pensando… “Deus, me responde… a minha vida e da minha família será sempre assim?” Não havia respostas, não havia certezas, nem sinais de esperança, os dias eram longos, as batalhas eram sem fim, me sentia impotente e inerte. Eu não sabia as respostas das minhas perguntas, ansiava por um futuro melhor, mas tinha muito medo do amanhecer.

Talvez você se pergunte: “Será que sou um erro? Será que a minha história é um erro?” Você não é um erro!!! Eu não sou um erro!!! “Será que minha vida é só isso e continuará sendo sempre isso?” Deus não erra quando aposta em você!!!

Quantos caminhos escuros trilhamos? Quantas portas fechadas batemos? Eu não tenho muitas respostas! Talvez nunca as tenha. Certezas é luxo!! São poucas, mas acredito… Deus sempre está comigo!!!

Todos os dias, Deus te dá inúmeras oportunidades, te enche de significados e infinitas perspectivas… porque Ele está com você, hoje e sempre. Ele nunca te deixou caminhar sozinho. Acredite, a dor não é a única perspectiva. Quais são seus reais problemas? Quais são suas possibilidades? Quais perspectivas você tem alimentado? E se a sua vida não for apenas isso que lhe apresentado, hoje? E se houver outras possibilidades? Acredite em você, na sua vida!!! Eu acredito na minha vida!!! Eu acredito em Deus em mim… é preciso Fé… Creia, mesmo que não esteja vendo nada!!!

Sabe, eu queria poder naquele momento ter dito para aquela menina do olhar duro… que Deus estava cuidando dela. Que ela aprenderia muita coisa a partir das suas experiências. Queria dizer a ela que era permitido chorar e que apesar do sofrimento, tudo ficaria bem. Queria ter dito aquela menina que a sua vida estava apenas começando e que havia um futuro bom a sua espera… com desafios e espinhos (sim!), mas que seria cheio de beleza e aprendizado. Queria ter dito também que um dia ela não precisaria se preocupar se faltaria pão com manteiga ou o bolo que desejasse, principalmente a comida na mesa, porém aquela menina de olhar duro é muito mais forte do que muitos adultos que eu conheço.

Talvez, você que esteja lendo este texto agora, não creia no que não consegue ver. Talvez não enxergue que haverá momentos que será preciso abraçar a coragem no lugar das “certezas”. É muito difícil crer quando não vemos nada… absolutamente nada ao nosso redor. Eu sei que aquela menina tinha sua própria fé, talvez um tanto pequenina e tímida, talvez menor que um grão de mostarda, mas ela sonhava com uma vida além daquela janela de vidro, muito além daquela vida de escassez e vergonha. Bem no fundo do seu coraçãozinho… do nosso coração… nós duas sabíamos que era só questão de tempo para a rota ser mudada… e só lá na frente… bem lá na frente… nós nos encontraríamos de verdade.

Autoria: Paula Gouveia

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s